segunda-feira, 14 de março de 2011

Um carinho de Leila Nascimento em forma de poesia

Recebi esse poema de minha amiga e ex-colega de trabalho na Escola Luiz Paulino Mártires, a Prof.ª Leila Nascimento, um primor de pessoa e sempre dedicada aos talentos de nossos/as jovens de Bragança.
Sou muito grato pela referência no e-mail e retribuo, divulgando o seu trabalho. Leila Nascimento é poeta da nova geração de Bragança, professora de Língua Portuguesa da Rede Estadual de Educação (SEDUC/PA) e desenvolve trabalhos com teatro e cultura.

Seu carinho é como o vento, brando, calmo e aconchegante.

Teu abraço aquece e acalenta

Teu sorriso é como uma brisa sonolenta

que embriaga pela essência do teu ser

E tu vagueias nas madrugadas dos sonhos perdidos

como a lua que vasculha incansável

sedutora e namoradeira

uma amante

que se derrama e enfeitiça

até mesmo as pedras

tão duras e amargas no seu mundo sólido de solidão

posso também dizer que tu és um furação

arrebatador e impiedoso

mas, quando passa a tempestade

és uma chuva refrescante

um fim de tarde insinuante

que encanta e faz sonhar.

já olhou para o luar?

e o pôr-do-sol?

Já parou para sonhar?

De olhos abertos.

Já se deu um abraço no amanhecer?

Pois é, é você. A luz que enfeitiça e amedronta

Fênix que surpreende e fascina

Chama que acalenta e ilumina

Sentimento que renasce e se derrama.

Leila Nascimento

Um comentário:

  1. Lindo ! Demais! Sensacional ! Extraordinário ! Magnifico !

    ResponderExcluir